sábado, 11 de setembro de 2010

O dia que a Terra parou!

Peço licença aos leitores que acompanham o meu humilde blog, para fazer uma pequena pausa nas postagens das Eleições 2010 e trazer uma matéria que soa como uma lembrança e uma homenagem a todas as pessoas que morreram no maior atentado terroristas de todos os tempos. É claro que estou falando dos ataques terroristas às Torres Gêmeas, ocorrido na manha do dia 11 de setembro de 2001...o dia que literalmente o mundo todo parou diante de tanta crueldade jamais vista igual, algo que parecia até cena de filme, mas infelizmente era tudo realidade. Muitos se enganam ao achar que só as Torres Gêmeas sofreram com o atentado de 11 de setembro. Na verdade cinco outras construções nas proximidades do World Trade Center (WTC) e quatro estações subterrâneas de metrô foram destruídas ou seriamente danificadas. No total, foram 25 prédios danificados em Manhattan. Em Arlington, uma parte do O Pentágono foi seriamente danificada pelo fogo e outra parte acabou desmoronando. No total, 3234 pessoas foram mortas (incluindo as pessoas nos aviões, bombeiros e os que trabalhavam nos edifícios atingidos) e em 29 de Outubro de 2004, Osama bin Laden assumiu explicitamente a responsabilidade pelos ataques.
Devido à grandeza e por ser um símbolo de poder americano, já tinha sido alvo de terrorismo em 1993 (mais especificamente no dia 26 de fevereiro) quando um carro bomba explodiu gerando pânico e caos que resultou na morte de seis pessoas e mais de 300 ficaram feridas. Em virtude desse ataque, o WTC passou a ser reconhecido como “marco zero”, pois, os americanos sabiam que esse seria apenas o primeiro de uma séria de atentado que poderiam vir sofrer. A segurança foi triplicada e mesmo com todo treinamento realizado para casos de emergência, ninguém imaginava que uma situação igual aquela ocorrida quando o primeiro avião, seqüestrado por terroristas, colidiu com o lado norte da torre norte (North Tower) do World Trade Center entre os andares 94 e 98 as 8:46:26, hora local a uma velocidade aproximada de 789 km/h.Pelo que é mostrado nas dezenas de documentários que foi realizado, percebe-se que era indisfarçável a reação de medo e insegurança das pessoas que assistiam perplexas (via telão ou simplesmente olhando pro céu) ao acontecido, fazendo muitas especulações, questionamentos e teorias para tentar entender o que estava havendo. Depois que o segundo avião se chocou com o lado sul da Torre Sul (South Tower) as 9:02:54, foi que as pessoas começaram a perceber que talvez não fosse só um acidente e pela primeira vez a ideia de ameaça terrorista veio a tona e o pânico começou a se espalhar nas ruas, nos prédios vizinhos, em toda Manhattam, nos EUA, enfim...no mundo todo.
E aqui eu abro um parêntese pra relatar ao pessoal e dizer que eu assisti (pela tv é claro) o momento em que o segundo avião colidiu com a outra torre, lembro-me que quem fazia a narração do até então acidente era o jornalista Carlos Nascimento e o susto real, assim como todos nos que estávamos assistindo ao noticiário. Falando em noticiário, tenho certeza que ser jornalista naquele dia foi algo de muita emoção e coragem, pois, mesmo debaixo de todo aquele caos, a busca por informações e de por levar até o telespectador imagens do que estava ocorrendo, era maior do que qualquer risco. Vale ressaltar também o papel dos policiais, bombeiros, agentes de transito, militares e muitos outros voluntários que ajudaram a manter o controle da situação e evitar mais ainda que a população se desesperasse, principalmente depois que as torres caíram. Apesar de toda dor e tristeza, um ponto positivo vale a pena lembrar: a solidariedade humana. Sim, depois disso foi visto muita bondade e as pessoas cuidando umas das outras, sem segundas intenções ou interesses, apenas por ser a coisa certa a ser feita. Isso mostra, mais uma vez, que quando o ser humano quer, ele realmente pode ser bom e olhar ao próximo com amor e carinho. Somos capazes das piores coisas.... e das melhores também! só espero que não seja preciso sempre acontecer uma tragédia desse tipo pra nos lembrar que temos essa capacidade de fazer o bem, mas esquecemos de praticá-la.
Fui...mas eu volto!!

9 comentários:

  1. muito bom post Peninha!
    Já pensou se aquele pastor maluco queimasse mesmo oa Alcorões ontem?
    Hoje estariamos em guerra mundial!! O mundo muçulmano contra o mundo cristão!!!!
    Ainda bem que ele não fez isso!!!

    ResponderExcluir
  2. Concordo com o Andre. Ainda bem que isso não ocorreu. Afinal, a história está para nos mostrar quais as consequências da guerra. Por isso, todos lembram desse dia e desse no e até gravam na memória o que faziam e aonde estavam naquele dia. Acredito que a emoção de um jornalista em ter que dar uma noticia assim quente, de última hora como essa deva ser das mais altas. É nesses momentos em que o profissionalismo e a ética precisam falar mais alto mesmo quando o horror de um acontecimento deixe todos, apresentadores e público, comovidos.

    ResponderExcluir
  3. ótimo post

    eu lembro que estava assistindo tv

    quando interrompeu a globo o plantão e o resto dos canais

    pessoas morrendo e sejogando pq um avião atingiu o edificiu foi muito trágico

    Deus abençoi as familias que perderam parentes

    ResponderExcluir
  4. apesar do atentado ter sido cruel, ainda acredito na teoria da conspiração de que foi armado apenas para invadir os paises do oriente medio...

    ResponderExcluir
  5. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  6. Eu lamento muito pelas pessoas inocentes que morreram nesse dia trágico, mas não é difícil, apesar de não ser jamais justificável, o que aconteceu nesse dia. Esse foi o resultado da política bélica americana que tenta, e sempre tentou resolver a maioria dos seus interesses sob o fio da espada, ou melhor sob a mira de fuzis e armas altamente destruidoras. Eles treinaram as pessoas que fizeram isso, mas certamente nunca imaginaram que se voltariam contra eles, afinal o alvo era o Irã, na época. Uma política internacional arrogante e prepotente que nunca lidou com respeito aos mais fracos querendo sempre impor seus desejos como crianças mimadas. Eles que plantaram essa desgraça dentro do seu país e no coração dos seus conterraneos.
    Eu acho que esse foi um acontecido, de fato, triste e desprezível, mas acho também que teve demasiada repercussão por se tratar da grande potencia norte americana. Trágedia similar ou até pior, se for contar os números de mortos, eles fizeram por ai mundo afora: Iraque, Afeganistão, Vietnã, etc. e nem por isso eu vejo tanta comoção e lembrança. Mas não me surpreende por inúmeros motivos. POr exemplo, eu creio que ninguém se lembra o dia em que eles lançaram sua bomba atômica sob um Japão já vencido e sem forças apenas para demonstrar seu poder bélico de destruição, fato que até hoje se percebe consequencias na população. Lamento pelas vítimas, sem nunca querer justificar como já afirmei, eu entendo perfeitamente por que isso aconteceu por lá e por que foi dado tanta mídia enquanto coisas piores têm aparição insignificante ou mesmo não têm mídia alguma.
    __
    www.coracaoonline.blogspot.com

    ResponderExcluir
  7. Olá, meu querido!
    Mil desculpas por n ter vindo antes retribuir à sua visita. Quando li seu 1º comentário em meu blog, logo salvei nos favoritos o endereço aqui do seu espaço para vir te visitar. Mas, as mil tarefas do dia, me impediram de vir antes.
    Seu blog é excelente e por isso, já me tornei seguidora. Parabéns pelo post, super informativo e com uma riqueza de detalhes sem igual. Realmente, esta data ficará marcada pra sempre na vida do mundo inteiro. Só Deus pode mudar este mundo que caminha de mal a pior, só NEle ainda tenho esperança!
    Achei muito interessante a parte que vc fala do trabalho do jornalista ao cobrir uma situação como esta. Realmente a busca pela informação supera qualquer medo e temor. Com certeza, os que tiveram esta grande oportunidade, cresceram profissionalmente e tb como pessoa.
    Bom, vou indo nessa. Sempre estarei te visitando. Também conto com as suas visitas em meu espaçao, ok?
    Sucesso na trilha e n desista do jornalismo. É difícil, mas vale a pena. Não me vejo fazendo outra coisa =)
    Um forte abraço.
    Meu blog está atualizado!
    www.nicellealmeida.blogspot.com

    ResponderExcluir
  8. muito bom o seu blog!!!!
    esse realmente foi um dos mais tragicos!!
    bom post....

    Deus abençoes os Brasileiros e nossas autoridades.

    www.inbarlow.blogspot.com

    ResponderExcluir